Marketing Digital

Você sabe administrar o seu dinheiro?

Você sente que seu salário parece que a cada mês está diminuindo e que as despesas estão aumentando?
Não pense que só acontece isso com você, essa crise atinge muita gente! Mas o que fazer para não ficarmos sem dinheiro?

Comece fazendo uma auto-análise!

Você é do tipo que não pode ver uma novidade tecnológica que já vai comprando mesmo que não tenha REAL necessidade de possuir?

Dá valor indevido ao dinheiro?

Está satisfeito com o que possui?

Feito isso vamos trabalhar em cima dos problemas.

É muito importante avaliar o custo antes de comprar qualquer coisa. Não é vergonha nenhuma você fazer um orçamento. Liste o que você REALMENTE precisa e quanto vai custar cada item.

Cuidado com os Supérfluos, pois são atrativos destinados a quem pode pagar sem o dinheiro faltar, lembre-se que essa postagem é destinada para quem está querendo economizar para depois ter uma “gordurinha” para gastar!

Tenha um conceito equilibrado com cartões de créditos, pois quando usados de forma desenfreada trazem surpresas desagradáveis ao nosso orçamento mensal.

Esteja Satisfeito! A bíblia diz que “nada trouxemos para este mundo e dele nada podemos levar”, portanto porque as pessoas perdem boa parte de suas vidas em busca de riquezas mesmo que já tenham o suficiente? As pessoas que estão satisfeita com o sustento vivem menos ansiosas e tem muito mais qualidade de vida, acredite!

Então a proposta é simples: economizar para mais tarde poder usufruir de tudo o que quis. Mas como fazer isso?

Compras: Conforme listado acima, pesquise os preços, não compre por impulso. Comprar por atacado pode ser uma boa pedida!

Finanças domésticas: Procure pagar suas contas em dia, assim evita juros e multas. Gosta de comer em restaurantes? Eu também, mas cozinhar mais em casa economiza um bom dinheiro. Troque suas lâmpadas incandescentes por florescentes, você não imagina o quanto vai economizar adotando essas dicas simples.

Transporte: Se realmente precisa de um carro, de preferência para os econômicos. Não precisa ser novo, desde que esteja em boas condições. Ao sair de carro tente realizar todas as tarefas necessárias, como por exemplo, todos irem para o trabalho, mercado ou escola juntos. Se não tiver alternativas dê preferência para transporte público, à pé ou bicicleta! Se for viajar nas férias, dê preferência para a “baixa temporada”.

Telefone e diversão: Com a popularidade dos telefones celulares chega uma hora que é necessário rever se tem necessidade de possuir um telefone fixo, ja que todo mês gera uma taxa usando ou nao o telefone! Se tem tv por assinatura, ja pensou em reduzir a quantidade de canais contratados? Tenho certeza que tem canais que você nem assiste!

 

Abuse da criatividade, pois quanto mais formas de economias encontrarmos e usarmos, mais dinheiro sobrará no final do mês! Palavra de quem faz isso e SEMPRE sobra um bom dinheiro, rsrs.

Espero que tenha te ajudado, desejando o seu secesso,

Eduardo Santana

 

 

P.S: Se deseja aprender como administrar a sua renda familiar, conheça um material feito para você clicando aqui.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

6 Comentários

  1. Olá Eduardo,

    Infelizmente falta para os brasileiros uma boa educação financeira.

    Eu sou totalmente a favor que as escolas tenham dentre as matérias escolares uma que fale sobre educação financeira.

    Se o governo apóstase nesta matéria o nível de pobreza seria muito menor do que é hoje. Esta é minha opinião.

    Um forte abraço,

    Sucesso Sempre

    Wilsimar Souza

  2. Olá Eduardo, tudo bem?

    Acredito fortemente no que o nosso amigo Wilsimar nos disse… o que falta realmente é uma boa educação financeira.

    Por isso a qualidade de vida de muitos brasileiros estar tão comprometida… vide a educação que recebemos hoje em dia. Damos mais ênfase aos gastos do que a economia, isso sem falar dos investimentos.

    Em breve estarei lançando o meu blog, entre os assuntos principais irei ressaltar a administração das finanças pessoais.

    Parabéns pelo artigo!

    Abraços!

    Anderson G. Dias

    • Eduardo Santana disse:

      Olá Anderson! Obrigado pelo comentário e pela visita. Só pelo tema ja da de pré-julgar que seu blog será muito útil para nós 😀

      Abraços e muito sucesso!

  3. Otaviano disse:

    Excelentes dicas!
    Infelizmente aqui no Brasil não temos uma boa cultura educacional voltada para as questões das finanças.
    O resultado disso é catastrófico, milhões de famílias se afundando cada vez mais na inadimplência.
    Acredito que a difusão do empreendedorismo possa ajudar nesse sentido, pois traria maior empoderamento às pessoas o que poderia ser um ótimo caminho para a emancipação social.